GESTÃO DA ABCD É MODELO EM CONGRESSO NO PERU

Ao lado, o presidente do Círculo de Periodistas Deportivos de Trujillo, Aquiles Rivas.  Foto: Divulgação.

No I CONGRESSO INTERNACIONAL e XV CONGRESSO NACIONAL DOS PERIODISTAS DEPORTIVOS DO PERÚ, realizado nos dias 29 e 30 de setembro último, na cidade de Trujillo, o grande destaque ficou por conta do modelo de gestão que vendo sendo adotado pela Associação Brasiliense de Cronistas Desportivos (ABCD), desde 2014, na atual diretoria.

Salon Consistorial de la Municipalidad Provincial de Trujillo

Em sua palestra de abertura do evento, EL PERIODISMO DEPORTIVO VIRTUAL Y EL MONOPOLIO DE LAS TRANSMISIONES DEPORTIVAS, o presidente da ABCD, Kleiber Beltrão, apresentou as etapas do projeto “Organização e Moralização”, que já no primeiro mandato, em apenas dois anos, tornou a associação da imprensa esportiva do DF, referência em todo o Brasil, a ponto de trazer para Brasília, pela primeira vez, o comando da imprensa esportiva brasileira, com sua eleição para a presidência da ABRACE, em março de 2017.

Com Ítalo Villarreal (centro), presidente do Círculo de Periodistas Deportivos del Perú e Raul Garcia, presidente da imprensa esportiva do México

Desde a confecção da credencial, com as informações imprescindíveis, até a padronização da responsabilidade pelo credenciamento da imprensa esportiva, por quem de direito (no Brasil, as Associações de Cronistas Esportivos), Kleiber Beltrão demonstrou como a emissão indevida de carteiras de cronistas no DF foi reduzida em 91% e de que forma a ABCD alcançou a marca extraordinária de 100% (todos com registro na DRT) de legalização dos que solicitaram sua credencial em 2017 (exceção para os estagiários, que têm credencial temporária).

Um problema que não ocorre no Brasil, apesar das tentativas, mas que vem causando graves consequências econômicas e sociais na imprensa esportiva do Perú, é a cobrança de direitos de transmissão pelo rádio, desde 2016, onde apenas um veículo pagou tais direitos, transformando uma concessão pública de entretenimento, em monopólio, e desempregando cerca de dois mil cronistas esportivos em todo o Perú.

O presidente da ABCD, Kleiber Beltrão, que também preside a ABRACE e que comanda a imprensa esportiva sul-americana, como vice-presidente para a América do Sul da AIPS América, assinou documento de protesto às autoridades peruanas, solicitando uma pronta revisão na atual legislação dissonante.